Turismo ambiental no Cariri: uma boa opção para a programação do fim das férias

Fotos Yuri Leonardo - Arte
Fotos Yuri Leonardo - Arte

Os equipamentos oferecem turismo ambiental, educação ambiental, oficinas, atividades sustentáveis e culturais

Imagens deslumbrantes, opções para lazer e educação ambiental, essas são algumas das opções que equipamentos do Governo do Ceará, mantidos pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e geridos pelo Instituto Dragão do Mar (IDM), oferecem para o turismo na Região do Cariri. O Complexo Ambiental Mirante do Caldas, em Barbalha, e o Complexo Ambiental Caminhos do Horto, em Juazeiro do Norte, são boas opções para a programação do fim das férias.

Horto

Localizado em Juazeiro do Norte, município famoso pelo turismo religioso, o Complexo Ambiental Caminhos do Horto é o elo entre o turismo ambiental e o religioso. O turista pernambucano, de São Lourenço da Mata, George Lucena, ficou encantado com o lugar. “A experiência no teleférico é uma experiência nada mais, nada menos, do que ímpar. A gente pode ter uma experiência privilegiada de toda a região e também do monumento, a estátua do Padre Cícero”, enfatiza.

O Teleférico do Horto, além de ser uma atração por si só, facilita a mobilidade para visitação à Colina do Horto, onde está a estátua do Padre Cícero. Com capacidade para transportar até 2.080 pessoas por hora, e cabines climatizadas, o equipamento tem um percurso de dois quilômetros, realizado entre a Estação Romeiros Monsenhor Murilo de Sá Barreto, na Praça dos Romeiros, e a Estação do Horto Beata Maria de Araújo, exatamente onde fica a estátua do Padre Cícero. Cada trajeto é realizado em 11 minutos.

Para Pedro Macedo, morador de Juazeiro do Norte, o complexo era “necessário para a região do Cariri”, além de afirmar ter gostado da viagem tranquila e confortável. O jovem destaca o impacto positivo na comunidade local. “Tem diversas ações que o pessoal está fazendo em cultura, sempre nos arredores aqui, da comunidade do Horto, que é muito necessitada disso”, pontua. “Virei mais vezes”, completa.

O equipamento amplia esse potencial e realiza atividades de formação e fruição cultural. As atividades de formação se iniciaram em agosto de 2022, e as de fruição, em outubro de 2022, e, desde que iniciaram, já houve shows de artistas, como Duo Finlândia, além de trilhas, oficinas e palestras que levam temas, como gênero, geração de renda, autocuidado e preservação ambiental à população.

Mirante do Caldas

Outra opção de turismo ambiental na região do Cariri é o Complexo Ambiental Mirante do Caldas, em Barbalha, composto por mirante, teleférico, borboletário, trilhas, Casa do Café e o Centro de Interpretação Histórica e Ambiental. Além de tudo isso, o local é ainda palco para apresentações, shows e atividades formativas.

Bárbara de Alencar, professora e guia de turismo, descreve o complexo como “um lugar de bem-querença”, onde existem as mais diversas possibilidades de curtir. “Super agradável, aconchegante, [e além de tudo] é um ambiente de pesquisa, que possibilita a vivência real com uma natureza exuberante e incrível. E tem um centro de interpretação que me encanta muito, porque ele nos dá uma visão sobre o Cariri cearense, sobre história, religiosidade, natureza”, pontua a professora.

Quem também ficou encantada com o lugar foi Claudia Leite, coordenadora de um grupo que realiza viagens pelo Ceará de moto, que fez uma parada com o seu motogrupo no Complexo. “São tantas coisas lindas, e a gente vai levar na memória e no coração”, enfatiza.

“A subida do teleférico é muito tranquila. São oito minutos, e você tem a oportunidade de ter uma visão panorâmica da Chapada do Araripe. Quando você chega lá, se você já vai encantada com a Chapada, você encontra o borboletário. Onde tem espécies lindas, e uma explicação perfeita da magia, da vida que acontece lá dentro do borboletário. Depois você vai ao Mirante, e aí é a cereja do bolo, e você tira uma foto assim, sensacional”, finaliza Claudia.

Programação

*Governo do Ceará

Leia também



PATOM

Enquete