Uma dose de cachaça motiva homicídio em Juazeiro. O acusado para não pagar o consumo cometeu o crime

HRC -Rabecão

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Arquivo/ Caririceara.com

Uma discussão por motivos banais resultou em crime de morte na tarde desta terça-feira (22), em Juazeiro do Norte. Por volta das por volta das 15h20min, Francisco de Assis da Silva, 23 anos tomava de conta do bar de propriedade de sua genitora, a comerciante Irene Ferreira da Silva que funciona na rua Manoel Tavares Lopes, 407,bairro frei Damião onde morava quando foi esfaqueado e socorrido por populares ao Hospital regional do cariri falecendo ainda no setor de emergência daquele unidade de saúde.

A polícia militar através do policiamento ostensivo geral e do serviço de inteligência do 2º BPM, ao tomar ciência do ocorrido compareceu ao local do crime onde testemunhas denunciaram como acusado do ato delituoso, Alisson Rudhar da Silva Santos, 26 anos.

De acordo com o que foi apurado pelos militares que atenderam a ocorrência, a ação criminosa aconteceu por conta de uma dose de cachaça que o acusado pediu no bar e não tinha dinheiro para pagar o que gerou uma discussão ocasião em Alisson de posse de uma faca e desferiu o golpe na vitima para depois empreender levando consigo a arma utilizada no crime.

Diante das informações, os policiais deram inicio a diligências em termo do fato, vindo minutos depois localizarem o acusado na rua Maria Matos , 77, no Bairro Frei Damiao. Após ser preso, Alisson foi conduzido à delegacia regional de Polícia de Civil de Juazeiro do Norte para adoção dos devidos procedimentos. O corpo de Francisco de Assis foi encaminhado a pericia forense a fim de ser submetido a exame cadavérico para posterior liberação para sepultamento.

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-06-20 at 16.09.29

Enquete