“Vamos continuar firmes”, diz Camilo Santana sobre ameaças de morte

Em transmissão ao vivo, o governador afirmou que continuará tomando as medidas que considerar necessárias para o enfrentamento da pandemia. Polícia investiga ameaças de morte contra Camilo que circulam em grupos do WhatsApp. Foto: Reprodução Facebook

O governador Camilo Santana (PT) comentou sobre a ameaça de morte contra ele investigada pela polícia. Durante live nesta noite, o chefe do Executivo estadual disse que estava com “consciência em paz” e seguirá agindo da mesma forma. Governador também regulamentou Vale Gás Social para 250 mil famílias cearenses.

“É um assunto que eu nem queria tratar, a polícia está tomando as providências em relação a esse caso. Vou continuar agindo da mesma forma, estou com minha consciência em paz de que tudo que estou fazendo é para proteger a vida dos meus irmãos e irmãs cearenses. Sempre tenho dito que prefiro falhar no excesso do que na omissão”, disse Santana.

As ameaças investigadas circulam em áudio de aplicativos como WhatsApp. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) disse que a Polícia Civil apura o caso. Um homem suspeito de 53 anos foi interrogado e teve o celular apreendido no bairro Dom Lustosa, em Fortaleza. “Vamos continuar firmes nas medidas necessárias”, enfatizou o governador.

As intimidações foram condenadas pelo prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira (PDT). “São inaceitáveis as ameaças de morte ao governador, que representam um ataque não somente ao cidadão, mas a toda a sociedade e ao estado democrático de direito. Que o episódio seja investigado e os autores, responsabilizados”, considerou o prefeito em suas redes sociais.

O ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, também saiu em defesa de Camilo, com quem criou relação de proximidade durante os oito anos de sua gestão no Executivo municipal. Ele considerou “absurda e intolerável” a ameaças de morte direcionada ao governador. “Certamente que esses abusos não influenciarão a maneira serena, equilibrada, respeitosa e democrática com que o governador Camilo vem administrando o nosso estado”, ponderou.

O governador Camilo Santana (PT) também sinalizou que se os casos continuarem com tendência de estabilidade até o fim da semana, a reabertura de atividades econômicas não essenciais deve começar a partir da próxima segunda-feira, 5 de abril. Ele ainda enfatizou para a necessidade de seguir mantendo os cuidados para combate da pandemia e alertou para o perigo da nova variante do vírus.

O Ceará receberá ainda um novo lote de vacinas contra a Covid-19 até esta quarta-feira, 31, mas não foi divulgado o número de doses que serão enviadas e o laboratório responsável. Até esta segunda-feira, 730,3 mil cearenses receberam pelo menos uma das doses da vacina contra o novo coronavírus, de acordo com informações do Vacinômetro da Secretária de Saúde do Ceará (Sesa).

*Conteúdo “O Povo

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados