Vila da Música realiza programação “Acordes de Março para abraçar o Cariri”

Governador Camilo Santana inaugura Vila da Música no Crato (5)

Diversidade de estilos e sonoridades marcam a programação de cinco anos de atividades da Vila da Música

A Vila da Música Monsenhor Ágio Augusto Moreira, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará), gerida em parceria com o Instituto Dragão do Mar (IDM), realiza, até 27 de março, a programação “Acordes de Março para abraçar o Cariri” em comemoração aos seus cincos anos de atividades de formação e fruição musical ao sopé da Chapada do Araripe. Nos últimos quatro anos, a Vila apresentou intensa programação cultural envolvendo as várias linguagens como a música, o teatro e a literatura, sendo um lugar de encontros, de construção de novos sons e experiência no Cariri. E é nesta atmosfera que ela se renova e se prepara para receber novas turmas em 2022 e fortalecer cada vez mais a sua missão de bem servir a sua comunidade através do ensino de música.

A programação teve início nos dias 2 e 3 de março com a Oficina Dinâmicas da Percepção, ministrada pelo diretor Ivan Antonio. Uma atividade interna voltada para os colaboradores da Vila como caminho estruturante das atividades pedagógicas para o ano de 2002. No dia 5 de março, a Vila realizou uma programação integrada nos festejos do aniversário de 113 anos do poeta Patativa do Assaré em sua terra natal. Já na terça (8), foi aberta oficialmente a programação de aniversário da Vila da Música em parceria com o Cine Teatro São Luiz, com a exibião do show “Fados, Choros e Canções”, comemorativo aos 80 anos de vida e 75 de carreira da cantora e compositora Marivalda Kariri.

Na quinta-feira (10), a Vila promove o Diálogos Musicais, uma roda de conversa especial com o cantor e compositor Abidoral Jamacaru e na sexta-feira (11), aniversário da Vila da Música, a programação tem ínicio ás 18hs. A abertura Oficial conta com a Institucionalização dos Espaços, seguido do show Candente, com Abidoral Jamacaru, João do Crato e Pachelly Jamacaru, no auditório da Vila. Dando prosseguimento à programação, no sábado (12), a Vila exibe um show com o guitarrista Cristiano Pinho. O show integra o programa Dentro do Som, do Cine Teatro São Luiz. Cristiano Pinho se apresenta com Denilson Lopes (bateria), Jones Cabó (percussão), Miqueias dos Santos (baixo) e Herlon Robson (teclado). Juntos tocam canções dos álbuns “Pessoa” e “Cortejo” – ambos de Cristiano Pinho – além de homenagearem Roberto Carlos e Luiz Gonzaga.

Já na segunda-feira (14), a Vila inicia seu ano letivo com uma aula magna seguida de apresentações musicais com os Irmãos Anicetos e Orquestra Mirim. De 17 a 19 de março será realizada a oficina Construção de Espetáculo e Performance com Daniel Groove e, na noite do sábado (19), o artista apresenta o show Esquina ao Vento, numa parceria entre a Vila da Música e a Casa Ucá, dentro do projeto ” Vila da Música no bairro”. Na quinta-feira (24), a Vila exibe, em parceria com o Cine Teatro São Luiz, o show com a banda Selvagens à Procura de Lei.O show, que ocorreu no mês de outubro de 2021, presta uma homenagem ao ícone da música brasileira, o cearense Belchior.

No sábado (26), a Vila exibe mais uma atividade em parceria com o Cine Teatro São Luiz, o show Fases de Jeffe, com o cantor, compositor e performer Jeffe. E no domingo (27), os instrumentistas e professores da Vila da Música, Evânio Soares e Fábio Eugênio, apresentam no Mirante do Caldas o concerto Acordes do Sertão, uma homenagem ao Rei do Baião, Luiz Gonzaga.

Vila da Música
Inaugurada em 11 de março de 2017, a Vila da Música é o primeiro equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará criado no interior do estado. Sua ação está voltada para a formação e fruição artístico-cultural de crianças, jovens e adultos, a partir da experiência realizada pela Sociedade Lírica do Belmonte/SOLIBEL, cujo fundador, nos anos de 1970, foi o Monsenhor Ágio Augusto Moreira.

A Vila da Música tem como temas centrais a socialização, a formação humana e o ensino musical, diretrizes incorporadas à instituição, fomentando a cidadania por meio da educação dos sentidos, e criando oportunidades para o desenvolvimento humano, econômico e territorial sustentável na região do Cariri. A longevidade é inspiração cotidiana para o projeto Vila da Música. Sua fonte foi um religioso, falecido em 2019 aos 101(cento e um) anos de idade, dos quais 50(cinquenta) anos foram dedicados à educação musical com a população camponesa do distrito de Belmonte/Crato/CE, lugar onde viveu até o fim dos seus dias.

Monsenhor Ágio, ou simplesmente Padre Ágio, como era carinhosamente chamado pela comunidade, impulsionou no Belmonte um trabalho social inclusivo, cujos frutos podem ser percebidos no legado de amor pela música, consciência de coletividade e empatia social, eixos fundantes dos seus ensinamentos às várias gerações de musicistas que com ele aprenderam desde as primeiras notas. A Vila da Música representa, portanto, a concretização do sonho do Padre Ágio de ampliar, democraticamente, o acesso das pessoas aos processos formativos e educativos em arte e cultura, especialmente na linguagem musical.

*Governo do Ceará

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-07-28 at 08.57.10

Enquete